quinta-feira, 14 de julho de 2016

Tags: , , , , , , , , , , , , , , , ,

Empresas que se Beneficiam com a Alta do Dólar

Veja meu novo site Aqui 

Ontem fiz um post aqui sobre a participação da Embraer na mais importante feira de aviação do mundo (Farnborough Airshow) e neste post um leitor deixou um questionamento interessante: qual é a correlação do preço do papel EMBR3 com a cotação do dólar?

Já é de conhecimento de todos que um dólar mais alto beneficia diretamente as empresas que tem parte da receita em moeda americana. Mas existe realmente uma correlação direta? Para tentar responder esta questão irei analisar 6 casos...

Legenda: Linha Azul - Empresa / Linha Vermelha - Dólar

Embraer (EMBR3)

O gráfico abaixo confronta a cotação do papel com a cotação do dólar futuro. A correlação não é totalmente perceptível, a cotação do papel iniciou um ciclo de alta bem anterior à alta da moeda. De qualquer forma, a queda recente está alinhada entre os dois ativos.

Embraer - dólar

Em 2015 a receita total da Embraer totalizou 88% para o mercado externo. É sem dúvida uma das maiores exportadoras do país.

Embraer - receita dólar

Minerva Foods (BEEF3)

O gráfico abaixo confronta a cotação do papel com a cotação do dólar futuro. A exemplo da Embraer, a correlação não é totalmente perceptível. A cotação do papel iniciou um ciclo de alta bem anterior à alta da moeda. Porém a queda recente está alinhada entre os dois ativos.

Minerva Foods - dólar

70% das receitas de vendas de carnes desta empresa é proveniente do mercado externo.

Minerva Foods - receita dólar


Suzano Papel e Celulose (SUZB5)

As empresas de celulose são as mais agraciadas com alta da moeda americana. Estas empresas tiveram grande valorização dos seus papéis com a alta recente do dólar. Porém, iniciaram um forte movimento de correção com a queda recente da moeda.


71% das receitas de vendas de papel e celulose da Suzano é proveniente do mercado externo.

Suzano - receita dólar


Fibria (FIBR3)

A exemplo da Suzano, a Fibria é outra empresa do setor de papel e celulose que se beneficia com a alta do dólar. O gráfico abaixo mostra claramente que o preço do papel esta demasiadamente descolado do preço da moeda (muito acima em termos percentuais de valorização) e no atual momento está abaixo (mercado penalizando em demasia a queda da moeda).

Fibria - dólar

Mais de 90% da receita desta empresa é proveniente do mercado externo.

Fibria - receita dólar

Tupy (TUPY3)

Esta é uma das empresas desconhecidas da bolsa. A Tupy fabrica peças para o setor automotivo e possui grande parte da receita proveniente do mercado externo. Abaixo vemos claramente que a cotação do papel subiu junto com a subida do dólar e atualmente apresenta queda elevada em comparação com a queda da moeda.

Tupy - dólar

Mais de 80% da receita da Tupy é proveniente do mercado externo.

Tupy - receita dólar

Mahle Metal Leve (LEVE3)

A exemplo da Tupy, a Metal Leve também está situada no mercado de peças automotivas e possui grande parte da receita atrelada à moeda americana. Mas ao contrário da Tupy, a cotação da Metal Leve não está sentindo a queda da moeda.

Metal Leve - dólar

Cerca de 51% da receita desta empresa é proveniente do mercado externo.

Metal Leve - receita dólar

A conclusão óbvia é que realmente a cotação das empresas que possuem forte exposição ao mercado externo segue os movimentos de alta e queda do dólar. Porém, cada caso é um caso. É interessante analisar o percentual da receita que está atrelada à moeda. É também muito importante analisar os fundamentos da empresa e não só a exposição ao mercado externo. Outro ponto importante é o percentual das dívidas da empresa em dólar bem como o percentual de matérias prima provenientes do exterior.

Não é uma análise trivial, de qualquer forma, o passado mostra que comprar papéis de exportadoras nos ciclos de alta da moeda é uma estratégia interessante. Mas como eu sempre digo... passado não garante futuro. Então não se iluda.

Veja também os outros posts da série Dólar:

Por que o Dólar Parou de Cair? Swap Cambial Reverso.
Está na Hora de Comprar Dólar?!
O Dólar Cairá Mais?

Bons investimentos!

21 comentários:

  1. Uó, faltou uma legenda nos gráficos. Não dá pra saber quem é ação e quem é dolar.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Compre na baixa, venda na alta.
    O problema, nesse caso, é que as mudanças estruturais por detrás da movimentação do dólar são muito complexas e extremas.
    Não se pode prever a mudança na direção de sua relação com o real.
    Hoje a tendência é claramente de queda, portanto, sugere-se desinvestir em empresas exportadoras.

    Mas o assassinato do Presidente da República, como exemplo de um caso extremo e não desejado, mudaria tudo!

    Como proceder?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Já fiz meu primeiro aporte na TUPY, estou com OCs lançadas nas SUZB5 em 9 e na FIBR em 18. Na LEVe já estou posicionado há alguns anos. Na EMBR TB já fiz o primeiro aporte, a BEEF é um caso a se pensar. O momento está ficando propício a aportar nestas empresas.

      Excluir
    2. Uó, deixa eu ver o teu estudo que aponta chance de Suzano por 9$?
      Gostaria de aprender...

      Excluir
    3. Atualizei o gráfico, o triângulo verde é o ponto de compra, confluência de uma LTA e uma LTB.

      Excluir
    4. Interessante, Uó. Obrigado.
      Você não leva em conta médias móveis de longo prazo como suporte, nesses casos?

      Excluir
  3. Uo,

    Bacana o estudo .... pena não ajudar muito na tomada de decisão, já que as previsões de dólar estão bem difíceis ... vai subir ou vai cair? Até o Stuhlberguer levou uma virada rsrrssr.. na minha opinião o dólar é muito difícil ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nunca saberemos se algo vai cair mais ou se vai começar a subir, o objetivo do post foi elencar as empresas da bolsa que mais estão sensibilizadas à moeda, neste ponto acho que tive sucesso. Comprar ou não aí é com o leitor, rs.

      Excluir
  4. Dessas citadas, tenho a Metal Leve, ótima pagadora de dividendos, sem muitas dívidas. A queda do dólar deve afetar no resultado trimestral a ser divulgado no segundo semestre com uma pequena queda. Aguardemos......

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tb estou alocado na LEVE já alguns anos, não tá decepcionando mesmo estando em um setor problemático.

      Excluir
  5. Muito bom dolar caindo = exportadoras caindo: o mr. Mercado antecipa o q irá acontecer, ou seja, a queda nos lucros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, esta é a lei do mercado, só que em alguns casos ele antecipa por demais, aí é que está o filé.

      Excluir
  6. Ai complica mais as coisas: Analisar a empresa e o cenario do dolar hehe.

    Minha dica infalivel e simples: Dolar subindo, compre as empresas de celulose. Se dolar cair, entre vendido.

    Bons tempos que eu era trader,.hj so acumulo FIIs mesmo,.to fora hehe

    Abraco

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As estratégias mais simples são as melhores.

      Excluir
  7. Pode ser mais um fator em um setup para trades?

    ResponderExcluir