quinta-feira, 30 de julho de 2015

Brasileirão Série A: Atlético e São Paulo - Acompanhe


Em noite de casa lotada no Mineirão, o Galo simplesmente atropelou o São Paulo no primeiro tempo com atuação matadora de Lucas Pratto. Mesmo não começando bem o jogo, o Galo conseguiu fazer 3 gols no Tricolor só no primeiro tempo. Já no segundo tempo o Alexandre Pato marcou um gol para o São Paulo e a partida terminou nos 3x1. O São Paulo perdeu várias chances no começo da partida, mas o Galo soube aproveitar muito bem as oportunidades com Pratto. No futebol uma vitória se constrói desta forma, com eficiência e aproveitamento das jogadas. Pratto é agora o estrangeiro com mais gols pela camisa alvi-negra, 17 até o momento.


O Galo segue firme na ponta da tabela. Infelizmente o Vasco não foi capaz de derrotar o Corinthians ontem o que aumentaria a distância entre o primeiro e o segundo colocado.


Banco Central Sinaliza Fim do Aperto Monetário?

Mudando o assunto de pau para cavaco, na noite de ontem o Copom (Comitê de Política Monetária do Banco Central) elevou a taxa Selic em 0,50 p.p., para 14,25% ao ano, maior alta desde 2006. Decisão esta já era esperada pelo mercado, porém, o Comitê sinalizou uma interrupção no ciclo de aperto monetário:

“Avaliando o cenário macroeconômico, as perspectivas para a inflação e o atual balanço de riscos, o Copom decidiu, por unanimidade, elevar a taxa Selic em 0,50 p.p., para 14,25% a.a., sem viés. O Comitê entende que a manutenção desse patamar da taxa básica de juros, por período suficientemente prolongado, é necessária para a convergência da inflação para a meta no final de 2016.”

Este comunicado surpreendeu os analistas. Como o anúncio da redução da meta fiscal e a revisão na perspectiva do rating soberano pela agência S&P foram muito próximos da reunião, havia a expectativa do BC manter o mesmo tom dos comunicados anteriores, não se esperava um comunicado tão claro quanto o desta noite. Já o aumento de 0,50 p.p. veio em linha com o esperado já que um aumento de 0,25 p.p. não seria suficiente para fazer frente à depreciação do câmbio e reagir à deterioração da meta fiscal.


Os analistas avaliam como precipitado o anúncio de sinalizar o fim do aperto monetário neste momento dado as condições macro-econômicas adversas. A previsão agora é que o BC comece a diminuir a taxa a partir do segundo semestre de 2016 mantendo os 14,25% por pelo menos 12 meses.

Na nossa bolsa de valores o IBOV começa a ensaiar um repique no gráfico diário. Já tivemos dois dias de alta após uma semana desastrosa nos mercados por conta das notícias negativas e dos rebaixamentos anunciados. Agora as empresas começam a divulgar os balanços dos segundo trimestre. Vale, Ambev e Bradesco já divulgaram nesta noite crescimentos interessantes em relação a trimestres anteriores, talvez resultados expressivos das empresas que mais pesam no índice podem ajudar a segurar esta queda por algum tempo, vamos acompanhar.

quarta-feira, 29 de julho de 2015

Imposto de Renda Day-Trade


Novo site aqui

Pouco tempo atrás um leitor pediu para explicar o processo de recolhimento de imposto sobre operações day-trade em mini-contratos. Peço desculpas ao colega por não estar lembrando no momento o seu nome.


A regra da Receita Federal para o imposto de renda sobre operações day-trade com mini-contratos de índice e dólar é a mesma para usada para operações day-trade com ações. Lembrando que considera-se day-trade a operação ou a conjugação de operações iniciadas e encerradas em um mesmo dia, com o mesmo ativo, em uma mesma instituição intermediadora, em que a quantidade negociada tenha sido liquidada, total ou parcialmente.

Os ganhos líquidos em operações day-trade auferidos em operações realizadas em bolsas de valores, de mercadorias e de futuros serão tributados à uma alíquota de 20%. Estas operações estão sujeitas à retenção do imposto sobre a renda incidente na fonte à alíquota de 0,005%, salvo se o valor da retenção do imposto seja igual ou inferior a R$ 1,00, como antecipação, podendo ser compensado com o imposto sobre a renda mensal na apuração do ganho líquido.

As despesas pagas para a realização de operações de compra ou venda (corretagens, emolumentos, etc.) podem ser consideradas na apuração do ganho líquido, sendo acrescidas ao preço de compra e deduzidas do preço de venda dos ativos ou contratos negociados. Abaixo apresento um exemplo de extrato de corretagem. Circulado de vermelho estão as despesas. Em azul circulei o ganho total do dia. Em amarelo está circulado o imposto de renda retido.


Para fins de apuração e pagamento do imposto mensal sobre os ganhos líquidos, as perdas incorridas nas operações day-trade poderão ser compensadas com os ganhos líquidos auferidos no próprio mês ou nos meses subsequentes. Lembrando que não se pode compensar resultados negativos de um mês com ganhos auferidos em meses anteriores, pois a base de cálculo do imposto é apurada mensalmente.

O valor do imposto retido na fonte sobre operações day-trade pode ser deduzido do imposto incidente sobre ganhos líquidos apurados no mês ou compensado com o imposto incidente sobre os ganhos líquidos apurados nos meses subsequentes, se, até o mês de dezembro do ano-calendário da retenção, houver saldo de imposto retido.

Como exemplo prático vou mostrar a seguir o pagamento do imposto de renda relativo aos lucros que obtive no mês passado (junho/2015). Logo abaixo está a minha planilha de controle operacional.


Os valores são:

Bruto: 1.016,00
Taxas: 396,31
Líquido (Bruto - Taxas): 619,69
Imposto Calculado (Líquido * 0,2): 123,94
Imposto Devido (Imposto Calculado - Imposto Retido): 111,73

Logo abaixo apresento o preenchimento da DARF para pagamento do imposto:


Período de Apuração: Último dia do mês anterior (mês das operações)
CPF: CPF do titular da operação
Código Receita: 6015 (sempre usar este número)
Data de Vencimento: Último dia do mês atual (mês de pagamento)
Valor Principal: Imposto devido

Espero que este post tenha sido útil para você.

Imposto de Renda Day-Trade


Novo site aqui

Pouco tempo atrás um leitor pediu para explicar o processo de recolhimento de imposto sobre operações day-trade em mini-contratos. Peço desculpas ao colega por não estar lembrando no momento o seu nome.


A regra da Receita Federal para o imposto de renda sobre operações day-trade com mini-contratos de índice e dólar é a mesma para usada para operações day-trade com ações. Lembrando que considera-se day-trade a operação ou a conjugação de operações iniciadas e encerradas em um mesmo dia, com o mesmo ativo, em uma mesma instituição intermediadora, em que a quantidade negociada tenha sido liquidada, total ou parcialmente.

Os ganhos líquidos em operações day-trade auferidos em operações realizadas em bolsas de valores, de mercadorias e de futuros serão tributados à uma alíquota de 20%. Estas operações estão sujeitas à retenção do imposto sobre a renda incidente na fonte à alíquota de 0,005%, salvo se o valor da retenção do imposto seja igual ou inferior a R$ 1,00, como antecipação, podendo ser compensado com o imposto sobre a renda mensal na apuração do ganho líquido.

As despesas pagas para a realização de operações de compra ou venda (corretagens, emolumentos, etc.) podem ser consideradas na apuração do ganho líquido, sendo acrescidas ao preço de compra e deduzidas do preço de venda dos ativos ou contratos negociados. Abaixo apresento um exemplo de extrato de corretagem. Circulado de vermelho estão as despesas. Em azul circulei o ganho total do dia. Em amarelo está circulado o imposto de renda retido.


Para fins de apuração e pagamento do imposto mensal sobre os ganhos líquidos, as perdas incorridas nas operações day-trade poderão ser compensadas com os ganhos líquidos auferidos no próprio mês ou nos meses subsequentes. Lembrando que não se pode compensar resultados negativos de um mês com ganhos auferidos em meses anteriores, pois a base de cálculo do imposto é apurada mensalmente.

O valor do imposto retido na fonte sobre operações day-trade pode ser deduzido do imposto incidente sobre ganhos líquidos apurados no mês ou compensado com o imposto incidente sobre os ganhos líquidos apurados nos meses subsequentes, se, até o mês de dezembro do ano-calendário da retenção, houver saldo de imposto retido.

Como exemplo prático vou mostrar a seguir o pagamento do imposto de renda relativo aos lucros que obtive no mês passado (junho/2015). Logo abaixo está a minha planilha de controle operacional.


Os valores são:

Bruto: 1.016,00
Taxas: 396,31
Líquido (Bruto - Taxas): 619,69
Imposto Calculado (Líquido * 0,2): 123,94
Imposto Devido (Imposto Calculado - Imposto Retido): 111,73

Logo abaixo apresento o preenchimento da DARF para pagamento do imposto:


Período de Apuração: Último dia do mês anterior (mês das operações)
CPF: CPF do titular da operação
Código Receita: 6015 (sempre usar este número)
Data de Vencimento: Último dia do mês atual (mês de pagamento)
Valor Principal: Imposto devido

Espero que este post tenha sido útil para você.

domingo, 26 de julho de 2015

Nikon D3100: Opinião de quem Comprou


Olá pessoal!

Hoje vou falar de um assunto que gosto muito mais escrevo pouco aqui no blog: fotografia. Meses atrás comentei aqui que estava procurando para aquisição uma boa câmera fotográfica que pudesse me dar mais possibilidades de fotografar. Porém, procurava um modelo que não fosse muito caro (estas câmeras profissionais realmente são caríssimas).

Na ocasião publiquei o post Manual do Consumidor - Aquisição de uma Câmera Fotográfica e nele escrevi que estava decidindo entre a compra da Canon PowerShot e a Nikon CoolPix. Porém, pesquisando mais a respeito de fotografia, notei que deveria ir um pouco mais além nesta aquisição para obter resultados mais interessantes. Deveria escolher uma câmera da categoria Digital Single-Lens Reflex (DSLR). Estas câmeras são mais precisas e o grande diferencial é possibilitarem a troca de lentes. Além disto, permitem ajustes finos de foco, abertura de diafragma, velocidade de obturador e ISO.

Uma vez definido o tipo de câmera a comprar (DSLR), passei pesquisar modelos das marcas Canon e Nikon que são as preferidas dos fotógrafos profissionais. Mas como o Uozinho estava para nascer e as limitações de orçamento eram evidentes então acabei optando pelo modelo mais barato desta categoria: A Nikon D3100. Mesmo sendo considerado o modelo de entrada da categoria, não deixa a desejar para quem é iniciante.


Acabei comprando também um lente extra de 50 mm, o motivo você pode conferir aqui. Pela câmera paguei 1.500 reais na ocasião (isto já tem mais de 1 ano) e fazendo uma pesquisa rápida na internet vi que o preço hoje está em torno de 1.300 reais. A lente de 50 mm eu pedi minha irmã para trazer dos E.U.A., não estou lembrando quanto paguei mas hoje esta mesma lente está cotada em 216 dólares.

Ainda estou aprendendo a lidar com este equipamento mas os resultados iniciais estão muito interessantes. Tenho fotografado basicamente o crescimento do Uozinho e alguns momentos de família. Futuramente quero fotografar outros temas como arquitetura, cenas cotidianas e objetos.

Abaixo alguns momentos que registrei do Uozinho encontrando o mar pela primeira vez. Para quem mora no litoral esta é uma cena corriqueira mas para quem mora além das montanhas este é um momento um tanto quanto especial...

Momento em que o Uozinho coloca o pé na areia pela primeira vez

O Uozinho tocando um grãozinho de areia

Uozinho já se divertindo com a mãe

No segundo dia o Uozinho já se prepara para pegar uma onda, rs

O Uozinho brincando com o patinho no baldinho

Um panorama da praia com a cidade maravilhosa ao fundo

Um bom domingo a todos!

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Giro pelo Mercado: Conjuntura Econômica e Início da Temporada de Liquidações da Bolsa


Boa tarde pessoal!

O decepcionante comunicado do governo sobre a redução da meta de superávit primário serviu para acelerar ainda mais o processo corretivo que as ações das empresas brasileiras vinha sofrendo nos últimos dias.

Pelo gráfico do IBOV mostrado abaixo, podemos ver que o movimento agora é de queda livre em direção à LT do canal já formado na região dos 46.500. Podemos estar também montando um outro canal com toque da LT na região dos 43.000.


As agências internacionais de avaliação de risco já estão rebaixando o país face a cenário pessimista instaurado. Além de estarmos colhendo agora os frutos podres plantados nos últimos anos, o governo atual enfrenta grave crise política que praticamente emperra as medidas mais drásticas a serem tomadas. A última bandeira do governo que era o "pleno emprego" já caiu. Estamos agora passando pelo período de enfraquecimento da produção já que a população não consome mais como antes. Isto gera diminuição da receita do governo que compromete o superávit. Com a dívida pública galopante o país espanta possíveis investimentos estrangeiros. Temos ainda a questão da inflação que não dá sinais de arrefecimento, pelo contrário, como os artifícios de represamento de preços de combustíveis e energia elétrica não mais são sustentáveis é provável que a inflação dos preços administrados contamine os preços livres.

Sigamos fazendo um giro de mercado pelas ações mais comentadas aqui na blogosfera. Para quem gosta de vender ao som de violinos e comprar ao som de trovões a hora está chegando. Eu mesmo já iniciei minhas compras com ITUB, PSSA e CMIG. Você pode estar se perguntando por que comprar alções em momentos de crise econômica. Bom, a resposta é simples, se você tem apetite para o risco e acredita nos fundamentos da empresa este é então o melhor momento de comprar mais por menos. Mas se está tão descrente no país é então melhor embarcar na renda fixa que não está nada mal com estes juros galopantes.
























quinta-feira, 23 de julho de 2015

Promoção de Corretagens na Corretora Walpires


Bom dia pessoal!

Comemorando os 400.000 acessos do blog, estamos lançando uma oportunidade para os leitores que operam contratos de Dólar e Índice. Abrindo uma conta na corretora Walpires basta informar que tomou conhecimento da promoção pelo Blog d'Uó!


Abraço!

quarta-feira, 22 de julho de 2015

O Leitor Pergunta e o Uó Responde


Veja meu novo site Aqui 

Fala pessoal!

Dando prosseguimento aos novos rumos que o blog está tomando, estou criando um canal direto com o leitor para perguntas e respostas. No meu último post que pode ser conferido aqui, o colega Guardião do Mobral pediu uma análise gráfica da BBAS e o colega Sofrendo para Poupar pediu uma panorama geral dos trades em dólar e índice no mês.

Começando pela análise da BBAS, é visível no gráfico que o papel vem seguindo um canal de alta ascendente no diário. No momento o papel está com tendência de baixa no curto prazo e os próximos suportes estão em 20,20 e 19,50.


Sobre as operações day-trade do mês, o saldo até o momento é de 150 reais positivos contra 168 reais de taxas, portanto, saldo negativo de -18 reais até o momento. O mês não está fácil até aqui, vamos ver se melhora nesta última semana.


Abraço a todos!

terça-feira, 21 de julho de 2015

Formação de Canais Gráficos: CMIG e CGRA


Fala Galera!

Estamos com duas formações de canais em CMIG e CGRA conforme gráficos apresentados abaixo. Gosto de executar compras quando o preço toca uma linha de tendência inferior como está prestes a ocorrer nestes ativos. Nada garante que o preço vai tocar e repicar, pode ocorrer do preço ficar escorregando nestas linhas durante semanas, mas não deixa de ser um bom ponto de posicionamento nestes papéis para quem segue análise gráfica.


terça-feira, 14 de julho de 2015

4Trocentos Mil Acessos!


Fala galera!

Estamos chegando aos quatrocentos mil acessos e inaugurando a partir da próxima semana uma nova fase do Blog d'Uó! Dentre os projetos que tenho em mente estão a retomada das análises de balanços de empresas e a criação de um canal direto com o leitor. Responderei aqui perguntas dos colegas que acompanham o blog criando assim um ambiente mais colaborativo. Outro projeto que estou desenvolvendo em conjunto com um colega da blogosfera é o "Bate-bola com Investidores" e em breve o primeiro será postado no blog. Iniciamos também neste mês de julho uma parceria com a corretora Walpires que ocupa agora o nosso espaço de publicidade.

Vou ficando por aqui para fazer as malas pois irei tirar alguns dias de folga para levar o Uozinho para conhecer o mar. Retorno semana que vem com muitas novidades para vocês.

Abraço e...