quinta-feira, 28 de agosto de 2014

Anima Educação - Composição Acionária


Olá colegas investidores!

Vamos parar (por hora) de falar de política e economia e retornar ao assunto principal do blog.

Começo hoje uma série de posts onde demonstrarei a composição acionária de cada uma das minhas empresas TOP-Crescimento/TOP-Dividendos. Serão 16 posts no total e quem abre a série é a novata da carteira: ANIM3.


Já havia externado minha intenção de colocar o pé no setor de educação neste post. Finalmente, neste mês de agosto, realizei meu primeiro aporte no grupo Anima Educação. Esta organização foi então a escolhida para representar o setor na carteira Top-8-Crescimento.

Em momento oportuno irei postar os números da empresa. Pretendo realizar anualmente uma série de 16 posts (um para cada empresa) onde apresentarei os múltiplos fundamentalistas de cada empresa. Mas para início desta série aguardarei os resultados do 4T2014.

Breve Histórico

A Anima é uma das maiores organizações educacionais privadas de ensino do país. Em 30 de junho de 2014, contava com mais de 57 mil estudantes matriculados em cursos presenciais, em 17campi localizados nos estados de Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro. Um crescimento de 27% em relação a junho de 2013.


A Anima possui mais de 10 anos de experiência no setor, contando com uma rede de três Centros Universitários (Una, UniBH e Unimonte) nos estados de Minas Gerais e de São Paulo, e duas Faculdades, nas cidades de Betim e Contagem (Minas Gerais). Adicionalmente, o portfólio inclui também a HSM, uma das mais renomadas instituições de educação corporativa no Brasil.

O início do grupo ocorreu em 2003, quando foi feita a aquisição da Minas Gerais Educação Ltda., mantenedora do Centro Universitário UNA, em Belo Horizonte, tradicional instituição de ensino superior da capital mineira.

Em 2006, os acionistas fundadores adquiriram também a Associação Educacional do Litoral Santista - AELIS, mantenedora do Centro Universitário Monte Serrat (Unimonte), instituição criada na década de 70, na cidade de Santos, litoral do Estado de São Paulo.

No início de 2009, a controlada, Instituto Mineiro de Educação e Cultura UniBH S.A. (UniBH), adquiriu os direitos sobre a mantença do Centro Universitário de Belo Horizonte UniBH, da FUNDAC-BH. O Centro Universitário de Belo Horizonte (UniBH) é uma das instituições mais tradicionais da capital mineira. Fundado em 1964, tornou-se uma referência no ensino, pesquisa e extensão na região.

A Anima detém 50% de participação na HSM, adquirida em março de 2013, a Companhia é líder em termos de participantes no mercado de organização de grandes eventos de gestão empresarial. A HSM, fundada há mais de 25 anos, também se destaca por oferecer Cursos de Pós-Graduação regulados pelo MEC, cursos livres e soluções customizadas para Adicionalmente, a HSM possui uma editora própria, responsável pela publicação de títulos selecionados e pela Revista HSM Management, um best-seller de gestão e negócios, além de outras publicações em meios físicos e digitais.

A Anima oferece um amplo portfólio de cursos, em todas as áreas de ensino, com 81 cursos de Graduação, 87 de Pós-Graduação e 215 Cursos de Extensão e Aperfeiçoamento Profissional em 30 de junho de 2013. Além da oferta de cursos presenciais, existe um projeto estruturado que oferecerá uma ampla gama de cursos por meio de Ensino a Distância, e que obteve nota máxima no credenciamento institucional pelo MEC em 2013.

Desde abril de 2012, a Anima passou a contar com um importante reforço na gestão, o BR Educacional FIP, investidor financeiro com foco específico no setor de educação. O BR Educacional FIP aportou, além de capital, uma expertise refletida em boas práticas de governança corporativa e de planejamento estratégico.

Atualidade

Em junho, foi aprovado pelo CADE a operação de compra da Universidade São Judas Tadeu, em São Paulo. Após a aprovação junto ao CADE foi realizado o pagamento da primeira parcela referente à aquisição em 1º de Julho de 2014, e foi iniciada a auditoria do balanço de fechamento para concluir a transação. Os resultados da São Judas passam a ser consolidados a partir do terceiro trimestre de 2014.

Em julho foi publicada no Diário Oficial da União a portaria que autoriza o Centro Universitário UNA a oferecer cursos à distância. Já foi iniciado o trabalho para o lançamento do vestibular a partir de setembro de 2014, com o início das aulas no primeiro semestre de 2015. Serão oferecidos 6 cursos de graduação, bacharelado e tecnológico, em 14 polos com abrangência nacional. Em maio teve início as turmas do Pronatec com cerca de 5,4 mil alunos presentes.


Ao longo do segundo trimestre de 2014 a base de alunos com financiamento estudantil chegou a 52% (versus 46% reportado no 1T14), sendo 48% através do FIES e 4% através do crédito privado PRAVALER. Como esperado, o crescimento do 1º para o 2º trimestre se dá uma vez que muitos alunos aderem ao FIES ao longo do semestre.

Composição Acionária


Ops, faltou o Uó: 0,0000001%

12 comentários:

  1. UB,

    Muito bacana o post e a série! Como já falei em outras oportunidades, se fosse entrar no segmento educacional, certamente iria de KROT3. Mas a ANIM3 parece ser uma empresa interessante sim.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kroton é consolidada - um dos melhores cases dos últimos tempos, Anima é novata na bolsa, muitos torcerão o nariz por causa disto, principalmente os basttermaníacos, mas eu tenho uma tendência a colocar meu dinheiro em algo sólido e que eu já vi com meus olhos, as faculdades aqui em BH eu conheço há anos, tenho amigos que deram aula, minha esposa formou em uma das unidades, tenho parentes e amigos estudando nas escolas. Eu fiz universidade federal mas estas insituições são sólidas e em franco crescimento, isto acabou pesando muito na escolha. Números por números estão todas indo bem, até a ABRE11 que era patinho feio da turma parece estar se recuperando. As faculdades de São Paulo não conheço, mas tudo indica que o grupo crescerá muito.

      Excluir
    2. Uó,

      A São Judas é muito tradicional aqui em São Paulo. Eu optaria pela KROT3 apenas por questão de preferência mesmo. Você sabe, eu gosto sempre das maiores, rs.

      Abraços.

      Excluir
    3. Bom saber I.L. Isto agraga ao grupo.
      Abraço!

      Excluir
  2. É, o setor de educação está bombando esse ano. A aquisição da São Judas deve ajudar bem. Algum motivo em especial pra escolher anim3, ao invés de Krot, Estc, ou até mesmo Seer3?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Opa, já vem bombando há muito tempo, estou pegando o bonde andando, rs, e mesmo ocorrendo uma troca de governo acredito que os incentivos continuarão, é interesse da nação.
      O motivo foi explanado acima, bem subjetivo diga-se de passagem, tá mais para aposta, rs.

      Excluir
  3. Estou aproveitando essa alta para reformular minha carteira de ações, já vendi vários papeis, e quando voltar a comprar pretendo colocar no meu portfolio uma ação do setor de educação, mas não sei quando nem qual.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Conta aí pra gente os criterios desta reformulação.
      Abraço!

      Excluir
  4. Critérios de reformulação, boa pergunta, e que na realidade não levo muita fé nessa subida do Bovespa, então realizei o lucro em alguns papeis e direcionei os recursos para LCI/LCA e um pouquinho no dólar.
    Minha estratégia, nesse momento, e ficar o mais liquido possível pois a RF esta com um rendimento nada desprezível, os papeis que realizei apresentavam lucros, sem contar os dividendos recebidos no período, entre 30% e 50% e os dy desses eram bem inferiores a RF. Em resumo, meu critério e o lucro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, como ficará as alocações RF/RV após esta reformulação? Se o preço dos papéis não cairem novamente em função de uma possível mudança de governo você pretende voltar a comprar quando? Quais taxas de LCI/LCA você está conseguindo pegar?

      Excluir
  5. Muito boa escolha, os resultados dos trimestres de 2014 foram melhores que o de 2013, ou seja ta formando uma bolinha de neve em crescimento.
    E por ser smallcap, o mercado não da muita atenção, quando ela estiver visada e virar uma MID ai sim vai vir a recompensa do investimento.
    Por ter 2 anos na bolsa, é um período curto para analisar a empresa, mas nada impede de comparar os resultados de quando era capital fechado, né?

    Uórem, você sabe aproximadamente qual o crescimento da receita liquida da ANIM3 em 5 anos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Zé, das 16 empresas está é a única novata em bolsa, então estou tranquilo, o capital de risco estará nela. Mas em função da política de crescimento do hrupo e da própria política do governo de incentivo à educação eu sigo confiante.
      Não tenho este número que pediu, mas podemos soliciar ao RI. Vou fazer isto.

      Excluir